Kinvo Artigos

BDR: o que é e por que você precisa conhecer?

O que é dbr e porque você precisa conhecer

Compartilhe essa publicação

Investir no exterior pode ser uma alternativa para quem deseja ter acesso a outras condições de mercado e aproveitar os resultados de grandes empresas globais. Mas você sabia que é possível fazer esse tipo de investimento diretamente do Brasil? Para tanto, você pode recorrer ao BDR.

Essa é uma opção disponível na bolsa de valores que permite que você se exponha ao desempenho de diferentes ativos internacionais. Porém, antes de investir, é preciso conhecer as características e os riscos para tomar uma decisão embasada.

Neste artigo, você descobrirá o que é o BDR e saberá quais são os aspectos mais importantes. Confira!

O que é e como funciona o BDR?

O BDR é a sigla para brazilian depositary receipt ou certificado de depósito de valores mobiliários. Esse é um investimento de renda variável negociado diretamente na B3, a bolsa de valores brasileira. Logo, ele funciona como um certificado com lastro em investimentos internacionais.

Um BDR de ações, por exemplo, está lastreado em ações do mercado exterior e que não são negociadas no Brasil.

Para que isso seja possível, uma instituição depositária fica responsável por adquirir os investimentos no exterior. Depois, ela emite e negocia, no Brasil, os certificados com lastro nos ativos internacionais. Então, ao adquirir um BDR, você terá acesso aos resultados do ativo ao qual ele está lastreado.

Quais são as principais características?

Além de entender o funcionamento geral, vale a pena conhecer os pontos relevantes dos BDRs. Assim, é possível ter uma visão mais completa e informada a respeito dessa oportunidade da bolsa. A seguir, descubra os principais aspectos dos BDRs!

Tipos de BDRs

Como você viu, os BDRs podem estar lastreados em ações internacionais — ou seja, de empresas que não têm capital aberto na B3. No entanto, esse não é o único tipo de certificado disponível.

Também existem BDRs de outros investimentos, como fundos de índice (ETFs) e de títulos internacionais de dívida (bonds). Com isso, investir em BDR permite que você se exponha a diferentes alternativas do mercado externo.

Rentabilidade

Sobre a rentabilidade, vale notar que ela não é fixa e nem garantida. Por ser um investimento de renda variável, o retorno é imprevisível e depende tanto do ativo lastreado quanto do próprio BDR.

Além disso, vale saber que o BDR paga dividendos se o investimento no qual ele está lastreado também o fizer. Portanto, um BDR de ações poderá distribuir dividendos se a empresa pagar esse tipo de provento.

Liquidez

Como os BDRs são negociados na bolsa de valores, eles podem apresentar diferentes níveis de liquidez, conforme o volume observado de compra e venda.

Desse modo, os BDRs mais procurados no mercado e mais negociados oferecem maior nível de liquidez. Nesses casos, é mais fácil se desfazer do investimento e convertê-lo em dinheiro.

Tributação

A incidência de Imposto de Renda (IR) sobre o BDR acontece no caso de venda com ganho de capital. Ou seja, se você comprar um BDR e vendê-lo posteriormente por um preço maior, o tributo incide sobre o rendimento obtido.

Nesse cenário, a alíquota é de 20% para operações de day trade e de 15% para operações comuns. O recolhimento é feito por meio do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (DARF), emitido pelo próprio investidor.

Entre os BDRs que pagam dividendos, pode haver incidência de IR, devido ao recebimento do exterior. Porém, é preciso observar as regras caso a caso.

Quais são as vantagens de investir em BDR?

Após conhecer as principais características dos BDRs, você pode considerar as vantagens que eles oferecem. Uma das mais relevantes é a diversificação de investimentos. Com eles, você pode investir no exterior, expondo-se às condições do mercado internacional.

Como os investimentos externos são descorrelacionados do mercado interno, os riscos também são distintos. Isso pode tornar sua carteira mais protegida e até potencializar os ganhos.

Ademais, é possível realizar o investimento com exposição internacional diretamente pela bolsa brasileira. Você não precisará fazer a conversão de câmbio e nem terá que abrir conta em uma instituição financeira de outro país, por exemplo.

Ainda, a alternativa permite participar de empresas ou fundos que não estão disponíveis no Brasil. Como consequência, existe a chance de avaliar mais possibilidades para atender à sua estratégia de investimento.

Quais são os riscos do investimento?

Conhecendo as vantagens, é preciso saber que os investimentos em BDR também têm riscos. O principal é o risco de mercado, que incide sobre os ativos lastreados e o certificado. Dependendo do interesse dos outros investidores, o preço pode aumentar ou cair, podendo gerar perdas.

Também existe o risco cambial. Embora o BDR permita dolarizar parte da carteira, você passa a se expor às variações da moeda de modo direto. Caso o dólar sofra uma desvalorização, por exemplo, ações de empresas norte-americanas podem absorver os impactos.

Vale a pena investir em BDR?

Com base nas principais características do BDR, você pode determinar se vale a pena fazer o investimento. Para tanto, considere o seu perfil de investidor e os objetivos financeiros.

Quanto à tolerância ao risco, esse é um investimento que pode fazer mais sentido para quem tem um perfil moderado ou arrojado. Já em relação aos objetivos, o BDR tende a ser voltado para o longo prazo, já que isso pode diluir parte dos riscos.

Também é importante avaliar os ativos de referência. Então avalie se você tem interesse em empresas, fundos ou títulos do exterior, pois isso ajuda a determinar se o investimento é, de fato, relevante.

Se você tiver interesse em investir, deve abrir uma conta em uma instituição financeira. Por meio dela, é possível utilizar o home broker para acessar as oportunidades da bolsa de valores.

O passo seguinte é selecionar os BDRs de interesse e emitir a ordem de compra. Caso deseje se desfazer deles, deve-se emitir a ordem de venda.

Agora você sabe o que é o BDR e quais são seus aspectos mais importantes. Com base nesse conhecimento, avalie suas características para determinar se vale a pena ter esse tipo de investimento em sua carteira.

Essas informações foram úteis? Se você quiser acompanhar todos os seus investimentos de modo completo, inscreva-se no Kinvo e aproveite o app!

Fique sempre atualizado.

Assine nossa newsletter e receba conteúdo sobre o
mercado financeiro todos os dias.

    Você também vai gostar