Kinvo Artigos

Como acompanhar a rentabilidade dos fundos imobiliários no portfólio?

Como acompanhar a rentabilidade dos fundos imobiliários no portfólio?

Compartilhe essa publicação

Analisar os investimentos antes de incluí-los em sua carteira é importante para tomar uma decisão informada e compatível com os seus interesses. Mas a avaliação não para nessa etapa. Você também deve acompanhar os resultados obtidos.

É preciso, por exemplo, medir a rentabilidade dos fundos imobiliários (FIIs) do seu portfólio. E isso requer atenção especial, pois esses veículos têm características de desempenho diferentes de outros tipos de fundos de investimentos.

Quer saber mais? Neste artigo, você verá como verificar a rentabilidade dos fundos imobiliários na sua carteira. Confira!

O que é o fundo imobiliário e como funciona?

Os fundos de investimento imobiliário são veículos financeiros coletivos voltados para o setor de imóveis. O funcionamento deles está atrelado à aquisição de cotas de participação — que são disponibilizadas na B3, a bolsa de valores brasileira.

Nos fundos, o dinheiro é movimentado por um gestor profissional, com base na estratégia do veículo. Entre os FIIs, os principais tipos são:

  • fundos de papel: investem a maioria dos recursos em aplicações financeiras relacionadas ao setor imobiliário, como certificado de recebíveis imobiliários (CRI), letra de crédito imobiliário (LCI) e letra hipotecária (LH);
  • fundos de tijolo: alocam a maior parte do dinheiro em imóveis físicos, como lajes corporativas ou imóveis comerciais;
  • fundos de fundos: priorizam o investimento em cotas de outros FIIs.

Como é medida a rentabilidade dos FIIs?

Até aqui, você viu o que são os fundos imobiliários e como funciona o investimento neles. Agora, é interessante entender quais são as características de rentabilidade de um fundo imobiliário.

Na prática, existem duas formas principais de obter ganhos com esse tipo de investimento. A seguir, descubra quais são essas possibilidades!

Valorização das cotas

A primeira forma de retorno envolve a valorização das cotas dos FIIs. O processo acontece, por exemplo, com o aumento do patrimônio do fundo. Isso pode ocorrer pela valorização de um imóvel, no caso dos FIIs de tijolo.

Também tende a acontecer uma valorização das cotas quando existe uma demanda maior por parte do mercado. Assim, uma elevação na procura e nas negociações costuma ampliar o preço de negociação das cotas. Desse modo, o retorno desse investimento tende a ser favorecido.

Com a valorização, os investidores podem ter ganho de capital. Ele acontece quando a venda de cotas ocorre por um preço acima do preço médio de compra. Nesse caso, há a consolidação do lucro mediante o encerramento do investimento.

Recebimento de dividendos

Nos fundos imobiliários a rentabilidade também pode ser obtida por meio dos dividendos. Por lei, é obrigatório que os FIIs distribuam, no mínimo, 95% dos lucros líquidos entre os cotistas quando houver lucros.

Essa distribuição deve ocorrer na forma de dividendos, os quais são proporcionais à participação de cada investidor. A distribuição pode ser mais frequente no caso de fundos de tijolo que sejam focados no aluguel.

Como acompanhar a rentabilidade dos fundos imobiliários?

Após descobrir quais são as principais maneiras de alcançar rendimento com o fundo imobiliário, é necessário compreender como medir e acompanhar esses resultados. Assim, você pode entender quais veículos têm se mostrado mais adequados para a sua carteira.

Uma das formas de realizar o cálculo é considerar a diferença percentual entre o preço das cotas no momento e quando você realizou o aporte. Se a cota de um FII era vendida a R$ 100 e passou a valer R$ 130, por exemplo, a rentabilidade bruta foi de 30%.

Também é possível calcular a rentabilidade líquida. Para isso, você deve descontar a taxa de corretagem e outros encargos, como o Imposto de Renda (IR). No caso, a tributação é de 20% sobre o lucro com a venda das cotas.

Já a rentabilidade real dos fundos imobiliários prevê o desconto da inflação do retorno apurado. Assim, há como saber se o avanço dos preços ficou abaixo ou acima da perda do poder de compra.

Já em relação aos proventos, você pode calcular a rentabilidade obtida com eles por meio do dividend yield (DY). Esse indicador prevê a divisão do dividendo — que são isentos de IR — recebido por cota em determinado período pelo preço da cota.

Como o Kinvo pode ajudar?

Como você notou, o cálculo da rentabilidade do investimento em FIIs ocorre de maneira dinâmica. Afinal, parte dos ganhos está atrelada ao preço de negociação das cotas (que pode mudar a cada momento) e outra parte depende dos proventos distribuídos.

Considerando que os preços variam ao longo de cada pregão, o rendimento também muda diversas vezes por dia. Por isso, contar com a tecnologia para automatizar o processo é importante. Para tanto, o Kinvo pode ajudar.

Por meio dessa ferramenta, você consegue consolidar os seus investimentos de maneira automática. Ainda, é possível calcular os resultados de ativos e veículos financeiros com um nível maior de eficiência.

Nas áreas específicas, existe a chance de ver todo o histórico de pagamento de dividendos de um FII, além de considerar os valores ao longo de períodos distintos. Desse modo, é possível saber o quanto você recebeu de dividendos no mês ou no ano, por exemplo.

Assim, é mais fácil saber qual foi o recebimento de proventos em um determinado período e como isso impactou sua carteira. Ainda, essa é uma forma de comparar o desempenho de fundos imobiliários do mesmo tipo para saber qual alternativa pode ser mais vantajosa para você.

Portanto, usar o aplicativo é uma forma de economizar tempo, sem ter que renunciar à análise dos resultados dos seus investimentos. Assim, você tem uma visão geral dos fundos imobiliários e de outros investimentos, e pode tomar melhores decisões em relação ao seu patrimônio.

Conclusão 

Agora você sabe como funciona a rentabilidade dos fundos imobiliários e de que forma é possível medi-la. Com a ajuda da tecnologia, o processo se torna mais simples e eficiente. Logo, fica fácil usar as informações coletadas para definir como atuar no mercado financeiro.

Quer centralizar seus investimentos e ver todos os resultados de modo rápido? Conheça o Kinvo e aproveite as funcionalidades!

 

Fique sempre atualizado.

Assine nossa newsletter e receba conteúdo sobre o
mercado financeiro todos os dias.

    Você também vai gostar