Kinvo Artigos

Como montar uma reserva de emergência?

Como montar uma reserva de emergência?

Compartilhe essa publicação

O que é uma reserva de emergência?

Se você pensa em começar a investir, existe uma etapa muito importante antes de começar a montar uma carteira de investimentos. Você tem que construir a sua reserva de emergência.

Com intuito de tirar qualquer dúvida que poderia existir sobre isso, a reserva de emergência não pode ser considerada um investimento.

>>> Leia também: Não elaborei uma estratégia de investimentos, e agora?

Podemos ter alguma rentabilidade sobre ela, mas não deve ser o foco dela, por isso não gosto de falar que a reserva é um investimento. Ela é o que o próprio nome já diz: Uma reserva para qualquer necessidade urgente.

Montar uma reserva de emergência, é como montar um colchão, uma base, que vai dar segurança para poder utilizar outro capital em ativos mais arriscados.

Pense no seguinte exemplo: um investidor aplicou 100% do seu dinheiro em ações; acontece uma baixa no mercado e esse mesmo, se viu em uma situação de emergência precisando de recursos.

Acabou tendo que vender suas ações na baixa, por conta da sua falta de organização financeira.

Por essas razões e outras, nunca devemos ter 100% do nosso patrimônio em ativos de risco. A reserva de emergência vai te dar tranquilidade para manter os seus investimentos até uma recuperação.

 

Qual o valor ideal para ter na reserva de emergência ?

Não há certo e errado, o valor para uma reserva de emergência é relativo. Sempre utilize como referência a sua renda mensal, então pode ser 3 meses de salário, 6 meses, 1 ano ou até mais.

O valor ideal é aquele que você consegue deitar e dormir tranquilo, é aquele em que você pode investir outra parte do seu capital com tranquilidade.

>>> Leia também: Conservador, moderado, arrojado ou kamikaze: que tipo de investidor é você?

Como já dissemos, não há um valor ideal. Porém, pode-se considerar que 12 meses de salário é um bom valor. É possível dizer que 1 ano é tempo interessante para uma pessoa tentar conseguir um novo emprego ou se estabelecer financeiramente novamente.

 

Onde colocar minha reserva de emergência?

Aqui não devemos focar em rentabilidade, esse aqui deve ser o último critério para onde aplicar o nosso dinheiro com esse propósito.

O foco aqui deve ser baixo risco e liquidez rápida, aqui devemos ter a possibilidade de resgatar o dinheiro rapidamente para uma eventual necessidade.

Então o local ideal para colocar esse recurso, como uma possibilidade, seria o Tesouro Selic. Aqui você tem baixo risco, com uma boa liquidez e com uma rentabilidade bem interessante.

Uma alternativa seria um CDB com possibilidade de resgate rápido e rentabilidade de 100% do CDI. Importante ressaltar que devemos buscar um CDB de uma instituição financeira mais sólida.

Outra alternativa que temos hoje, são aquelas contas que rentabilizam o seu dinheiro com 100% do CDI. No entanto, como o recurso fica disponível na conta, ele pode ser usado para qualquer fim, por aqueles mais indisciplinados.

Quando aplicamos o nosso dinheiro em algum lugar, precisamos solicitar o resgate e esperar um tempo até ter esse recurso na conta.

Então só esse fato ajuda muito na disciplina, se o dinheiro não está disponível na conta as pessoas não lembram dele.

>>> Esqueça os 100% do CDI. Sua reserva de emergência pode render mais

 

Fator psicológico

Outro benefício da reserva de emergência é o fator psicológico que ele pode nos dar. Ao saber que você tem uma reserva, que pode manter a sua renda por um ano, você fica mais confortável em assumir risco com outro capital ou até buscar uma nova renda.

Pode ser em montar uma empresa, buscar outro emprego, começar uma renda extra, investir em ações, criptos ou qualquer outro ativo de risco. Sabendo que você tem a segurança da sua reserva, isso te dá uma tranquilidade para “arriscar” mais em outros pontos da sua vida.

Essa tranquilidade é essencial para ter sucesso em diversas aplicações, por exemplo nas ações, o critério principal para ter algum retorno bom é paciência e não vai ter ninguém calmo, quando se tem contas para pagar no mês seguinte.

 

Conclusão

A reserva de emergência deve ser tratada com a maior seriedade possível, por ser simples e de fácil execução, constantemente é ignorada por diversas pessoas.

A ansiedade para ter resultados rápidos é um dos fatores porque muita gente ignora a reserva. Falta a compreensão de que a reserva vai te trazer a tranquilidade necessária para ter retorno em outros investimentos.

Então pensou em investir ? Monta primeiro a reserva, defina quanto você fica confortável, aplique em um título de baixo risco e com liquidez. Depois é só manter a disciplina e não movimentar esse dinheiro por bastante tempo.

No BTG Pactual, você tem 103% do CDI. Valorize sua reserva de emergência e conte com diversos produtos, tanto de liquidez diária como de vencimento mais longo, que são ótimas opções para construir sua reserva com uma rentabilidade atrativa. Quer saber mais sobre como montar sua reserva no BTG Pactual? Clique aqui!

Este artigo foi útil para você? Se quiser acompanhar todos os seus investimentos em um só lugar, conheça a solução do Kinvo!

Fique sempre atualizado.

Assine nossa newsletter e receba conteúdo sobre o
mercado financeiro todos os dias.

    Você também vai gostar