Kinvo Artigos

Dovish x Hawkish: o que são e quais os efeitos dessas condutas na economia?

Dovish x Hawkish: o que são e quais os efeitos dessas condutas na economia?

Compartilhe essa publicação

Para lidar com seu dinheiro de forma inteligente é necessário conhecer os conceitos e ferramentas que regem a economia de um país. Por isso, compreender as políticas dovish e hawkish, bem como seus efeitos, é fundamental para saber lidar com os mais diversos cenários econômicos.

Cada um desses termos faz referência a determinada postura de política econômica de um país. Assim, os dois impactam de formas distintas as carteiras de investimentos. Contudo, poucas pessoas compreendem ao certo esses conceitos, o que pode levar a decisões equivocadas.

Você sabe o que significa dovish e hawkish? Para esclarecer suas dúvidas, acompanhe a leitura e descubra de que forma essas políticas afetam a economia e seus investimentos!

O que é política econômica?

Antes de compreender o que é dovish e hawkish, é necessário entender o que é uma política econômica. O termo se refere às medidas utilizadas por determinado Governo para controlar os rumos da economia de seu país.

É por meio dessa ferramenta que o Governo busca controlar a inflação e as taxas de juros, por exemplo. Assim, o objetivo é evitar desemprego e manter a moeda da nação forte, por exemplo.

Vale notar que a política econômica de um país é executada em três níveis possíveis, sendo eles:

  • política monetária: lida com assuntos relacionados à moeda do país, buscando mantê-la forte frente a economia global;

  • política fiscal: atua com o intuito de regular aspectos de fisco, mensurando gastos públicos e o orçamento a ser utilizado;

  • política cambial: elenca uma série de medidas para regular a moeda local em relação às de outros países.

O que é hawkish?

Agora que você sabe o que é a política econômica de um país e em quais aspectos ela atua, é possível aprofundar o assunto e analisar especificamente o que significa o termo hawkish na economia.

Esse conceito é utilizado para fazer referência à postura monetária que um banco central adota com o intuito de aumentar as taxas de juros de seu país. O termo deriva da palavra inglês hawk — que significa falcão.

Embora possa parecer que a elevação das taxas de juros seja prejudicial para a economia nacional, em determinados contextos a adoção dessa postura pode ser uma estratégia necessária.

Quando a atividade econômica de um país está muito acelerada, o consumo tende a ficar mais intenso. Essa grande demanda por produtos e serviços pode contribuir para uma alta inflacionária, fazendo com que a moeda nacional seja desvalorizada.

Portanto, uma das formas de prevenir esse cenário é adotar a política econômica hawkish. Assim, ocorre um aumento na taxa básica de juros (no Brasil, a Selic), o que força uma estabilização e consequente queda da inflação.

O que é dovish?

Como existe a postura hawkish, também existem práticas opostas de política econômica. Elas são chamadas de dovish — expressão inglesa que deriva da palavra dove, que significa pombo. Nesse caso, o intuito da política econômica é justamente abaixar a taxa básica de juros.

O objetivo da política dovish é fortalecer a economia nacional e gerar empregos. Isso ocorre porque com a taxa básica de juros baixa, o crédito se torna mais atraente, aquecendo a economia. Com maior acesso a recursos, as empresas podem ampliar suas atividades.

Além disso, muitos setores econômicos são favorecidos com essa política, como o ramo imobiliário. Uma vez que mais financiamentos são liberados, cada vez mais novas unidades habitacionais são construídas, fortalecendo o setor de construção civil.

Qual a diferença entre essas duas políticas econômicas?

Como você viu, a dovish e a hawkish são posturas de política econômica que interferem na taxa básica de juros para controlar os rumos da economia nacional. Enquanto a primeira busca a baixa nos juros para aquecer o mercado, a segunda opta pela alta com o intuito de estabilizar a inflação.

É essencial entender que ambas as posturas são alternativas legítimas e que podem trazer resultados econômicos positivos. Contudo, a equipe econômica deve ser qualificada para compreender qual das estratégias é mais adequada diante do contexto do país.

Quais os efeitos dessas condutas na economia?

Depois de analisar o significado de hawkish e dovish, é necessário compreender como essas posturas econômicas afetam a economia. Como vimos, cada uma opta por determinada estratégia com relação à taxa de juros. Portanto, elas afetam a realidade de formas opostas.

Confira a seguir os efeitos das políticas hawkish e dovish na economia:

Nos investimentos

O aumento ou diminuição da taxa básica de juros de um país tem forte influência sobre as decisões dos investidores. Afinal, o mercado financeiro responde aos estímulos provocados pela política econômica.

Assim, quando as medidas têm uma configuração hawkish, fazendo com que a taxa de juros aumente, os investimentos de renda fixa tendem a ficar mais atraentes. Isso acontece porque a rentabilidade das aplicações é atrelada direta ou indiretamente à taxa básica de juros.

Por outro lado, caso a postura adotada seja dovish, os investimentos vinculados à taxa básica de juros tendem a ficar menos atraentes, visto que ela diminui. Nesses cenários, é comum que o mercado de renda variável se torne a preferência dos investidores.

No mercado de trabalho

Com relação ao mercado de trabalho, as duas posturas também podem gerar consequências distintas. Imagine, por exemplo, um cenário de política hawkish. Pode ser mais vantajoso para uma empresa investir em renda fixa do que tomar dinheiro emprestado para ampliar suas atividades.

Já no cenário oposto, de dovish, o crédito fica mais atraente. Essa realidade permite que companhias façam empréstimos mais facilmente e invistam em inovações, filiais, etc. Então, diante dessa postura econômica, existe maior chance de que o mercado de trabalho seja ampliado.

Por que conhecer os conceitos é importante para o investidor?

Até aqui, você aprendeu o que são as políticas econômicas dovish e hawkish. Pela dinâmica percebida, fica claro que um dos principais impactos de ambas as posturas para o investidor está na rentabilidade dos investimentos.

Portanto, conhecer os conceitos é fundamental para tomar suas decisões de maneira adequada. Inclusive, a medida é importante para identificar os riscos que cada política pode apresentar para a sua estratégia de investimentos.

Por exemplo, uma política dovish de longo prazo pode aumentar a inflação, comprometendo o poder de compra. Enquanto isso, uma hawkish prolongada pode gerar ou fortalecer uma recessão econômica.

Ambas as condições podem afetar sua capacidade de investimento — e até mesmo as alternativas que compõem sua carteira. Por isso, é necessário ficar atento, visto que tais posturas podem exigir mudanças na estratégia, tanto no longo como no curto prazo.

Como vimos, compreender as políticas hawkish e dovish é fundamental para entender as dinâmicas econômicas e lidar de forma inteligente com seu dinheiro. Diante disso, invista em educação financeira e informação de qualidade para tomar as melhores decisões!

Gostou dessas informações? Para ter acesso a mais conteúdos como este e manter-se atualizado sobre economia e finanças, acompanhe nossas postagens!

Fique sempre atualizado.

Assine nossa newsletter e receba conteúdo sobre o
mercado financeiro todos os dias.

    Você também vai gostar