Kinvo Artigos

Como escolher um bom Fundo Imobiliário para investir

Compartilhe essa publicação

Procurando uma forma de investir o seu dinheiro? Isso é ótimo, afinal, não dá para perder essa oportunidade. Conheça as vantagens do Fundo Imobiliário e comece a se programar. Continue a leitura para saber mais!

Antes de mais nada, o Fundo de Investimento Imobiliário (FII) é uma carteira que possui imóveis físicos ou ativos do setor. Com tendência de crescimento, está atrelado à movimentação do mercado imobiliário e a outros aspectos, como a variedade da exposição de imóveis – que contribui para a redução da vacância (desocupação).

É considerado um investimento do tipo longo prazo, ou seja, o retorno do dinheiro usado para adquirir o Fundo Imobiliário ocorrerá em um prazo maior. Por isso, é importante ter clareza sobre qual são os seus objetivos ao optar por esse tipo de investimento.

 

Vantagens do FII

Vantajoso em relação a quem pretende investir em imóveis adquirindo um empreendimento propriamente dito, traz a possibilidade de o investidor obter os benefícios de um imóvel físico, inclusive com liquidez imediata.

Outra vantagem do FII é contar com gestões especializadas, responsáveis por acompanhar o desempenho e adequar o fundo a fim de buscar os melhores resultados para os investidores. A gestão do Fundo Imobiliário também assume o repasse dos rendimentos, reinvestimentos e o pagamento de tributos.

Esse é um tipo de investimento menos burocrático, uma vez que é possível negociar cotas a qualquer momento.

 

Tipos de FII

A composição do Fundo Imobiliário irá depender  dos objetivos. Normalmente, o FII é classificado em:

  • Fundos de tijolo:

esse tipo de FII consiste no investimento, na maioria das vezes, em imóveis físicos, como:

    • sedes de escritórios corporativos
    • construções logísticas
    • shoppings centers
    • etc

  • Fundos de papel:

FII que possibilita o investimento em papéis de renda fixa relacionados ao setor imobiliário, entre eles a LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e o CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários).

  • Fundos híbridos:

Esse tipo de FII possui uma carteira mista, formada por empreendimentos imobiliários, títulos imobiliários e cotas de fundos de fundos (outros fundos imobiliários). Nesse caso, o patrimônio é dividido em cotas de valor igual e o investidor cotista se torna um sócio do empreendimento.

 

Como escolher o FII ideal

Bem, agora que você já sabe o que é um Fundo Imobiliário e quais os tipos de fundos existentes, já está quase pronto para escolher o melhor para você! Para isso, é necessário observar ainda alguns aspectos.

Uma das recomendações é, antes de optar por um FII, avaliar o patrimônio do fundo. Isso significa conhecer o portfólio e verificar se ele apresenta diversificação de imóveis e de locatários, por exemplo.

Desde jáEssa é uma postura fundamental, pois a diversificação indica mais chances de um rendimento positivo para o investidor.

Antes de escolher o tipo de FII, é indicado que o investidor faça um cálculo da rentabilidade do fundo. A regulamentação do setor prevê que seja feita uma distribuição semestral de, no mínimo, 95% dos lucros recebidos.

A distribuição, ou seja, a parcela do rendimento, pode ser passada ao investidor também mensalmente ou anualmente.

 

Como calcular os rendimentos

Primeiramente, essa é uma ação importante no momento de decidir em qual fundo você irá investir. Tenha em mente que o ideal é escolher o FII mais rentável e com perspectiva de crescimento e valorização.

O cálculo da rentabilidade do Fundo Imobiliário pode ser feito por meio da distribuição de rendimentos ou pela valorização da cota.

Uma maneira de calcular o rendimento do FII é considerar a variação de itens como o:

  • patrimônio líquido
  • valor patrimonial
  • valor de fechamento
  • rendimento dos dividendos e da variação do preço

 

Orientação na hora da escolha

De antemão, escolher o melhor FII depende de conhecimento. Se você não se sente seguro quanto a isso, procure orientação adequada na hora da escolha.

É importante ter uma real percepção a respeito dos seus investimentos, afinal, é o seu dinheiro e o seu futuro que estão em jogo.

Contar com análises feitas por profissionais qualificados é uma ótima maneira de se preparar para tomar e melhor decisão.

Acompanhar os relatórios dos fundos e buscar informações a respeito das perspectivas do setor imobiliário também são atitudes que contribuem para uma melhor gestão do seu dinheiro quando se trata de Fundo Imobiliário.

Fique sempre atualizado.

Assine nossa newsletter e receba conteúdo sobre o
mercado financeiro todos os dias.

    Você também vai gostar