Kinvo Artigos

O que é come-cotas e como impacta os fundos de investimentos?

Compartilhe essa publicação

O pagamento de impostos merece atenção especial dos investidores, pois afeta diretamente a rentabilidade da carteira. Além disso, quem investe em fundos também precisa saber o que é o come-cotas e como esse mecanismo funciona.

Ele se relaciona ao Imposto de Renda devido e pode afetar o retorno da sua estratégia de investimentos. Porém, ao conhecer como ocorre essa cobrança, você pode se planejar e acompanhar a carteira com mais efetividade.

Quer descobrir o que é come-cotas e seus os impactos nos fundos de investimentos? Então continue a leitura e saiba mais!

 

O que é come-cotas?

O come-cotas é um tipo de mecanismo tributário que prevê a antecipação do Imposto de Renda devido em determinados fundos de investimento.

Normalmente, ele incide em fundos abertos — aqueles que permitem o resgate a qualquer momento. Contudo, você descobrirá quais são os fundos específicos sobre os quais essa regra incide ao longo deste post.

 

Como funciona o come-cotas?

Para entender o que é come-cotas, você deve conhecer a mecânica de cobrança do imposto. O primeiro aspecto a considerar é o fato de a incidência ocorrer de forma automática e na fonte. Logo, não é necessário emitir uma guia de pagamento do tributo.

Ademais, o come-cotas tem incidência semestral — a cobrança acontece no último dia útil de maio e de novembro. Nessas datas, há a aplicação da menor alíquota de IR, a qual pode variar com o tipo de fundo. Nos fundos de curto prazo, a alíquota é de 20%. Já nos fundos de longo prazo, a cobrança é de 15%.

Dessa maneira, há um valor de imposto a ser pago de modo antecipado. Para tanto, a cobrança é feita na forma de cotas, em vez de ser em dinheiro — o que dá origem ao nome do mecanismo. Logo, após a cobrança o seu saldo de cotas será atualizado.

Na hora do resgate dos fundos, você poderá ter que pagar a diferença de imposto caso a alíquota devida seja maior que a taxa aplicada na antecipação.

 

Como saber se um fundo de investimentos tem come-cotas?

Após conhecer como o come-cotas funciona, vale saber que essa antecipação de tributação não se aplica a todos os fundos. Os fundos imobiliários ou de ações, por exemplo, não têm essa cobrança.

Por outro lado, os seguintes fundos apresentam o mecanismo:

  • fundos de renda fixa;
  • fundos cambiais;
  • fundos multimercados.

Além de entender essa classificação, você deverá conferir se o fundo é do tipo de curto ou de longo prazo. Afinal, essa característica definirá qual será a alíquota aplicada.

 

Como ele pode impactar os seus rendimentos em fundos?

Como você viu, o come-cotas afeta diretamente os saldos de cotas dos fundos de investimento. Portanto, ele pode causar impactos na rentabilidade obtida — e isso não ocorre apenas pela tributação.

Considere, por exemplo, um fundo de longo prazo. Além da rentabilidade em si, o retorno é conseguido pelo potencial de acúmulo que os juros compostos oferecem. No entanto, com o come-cotas você se desfaz de parte das cotas, semestralmente.

Isso gera a perda do rendimento que seria obtido ao longo de todo o tempo até o resgate. Para entender melhor, imagine que você decide investir em um fundo de renda fixa ou multimercado. Conforme sua estratégia de investimento, realiza o resgate 10 anos após o investimento.

Ao longo desse período, serão feitos, aproximadamente, 20 descontos de cotas pela antecipação da tributação. Todas essas cotas deixarão de render meses ou anos, o que afeta diretamente o retorno acumulado.

É diferente do que acontece com um fundo com cobrança única de Imposto de Renda. As alíquotas incidem sobre todo o rendimento das cotas ao longo do tempo. Já com os fundos com come-cotas, parte do impacto dos juros compostos é afetado, o que interfere no acúmulo de capital.

 

Por que você precisa entender essa dinâmica?

Com base no que você viu até aqui, é possível notar que o come-cotas tem grande impacto nos seus resultados. Assim, conhecê-lo é essencial para compreender se vale a pena investir em determinado fundo e quais podem ser os ganhos obtidos.

Outro motivo para entender essa dinâmica é o impacto que ela pode ter na sua análise de performance. É comum acompanhar os resultados e entender qual é a rentabilidade obtida como parte do gerenciamento da carteira de investimentos.

Porém, se você desconsiderar o come-cotas, terá uma visão que não corresponde à realidade. Afinal, seus cálculos serão feitos com base em uma quantidade de cotas que, na verdade, já sofreu descontos.

Por outro lado, entender o funcionamento do come-cotas na antecipação de imposto permite descontar as cotas necessárias, nos momentos certos. Como consequência, sua análise de portfólio será mais compatível com a realidade.

 

Qual a importância de cadastrar o come-cotas na plataforma do Kinvo?

Conhecendo o funcionamento do come-cotas sobre os fundos de investimento, fica claro que considerar esse desconto é uma parte essencial da gestão de investimento. E, se você utiliza uma ferramenta para consolidar sua carteira, é importante que ela ajude a incluir o desconto.

Com a plataforma do Kinvo, por exemplo, você pode reunir todos os seus investimentos em um só lugar. Além disso, ela proporciona uma visão geral da sua carteira e do desempenho obtido. Para que as informações sejam completas, a incidência do come-cotas deve ser contemplada.

Portanto, você tem que compreender a dinâmica e saber como incluir corretamente esses descontos de cotas. Afinal, essa questão pode interferir no entendimento dos ganhos de toda a carteira.

Ainda, esse cuidado é essencial para que a análise individual da performance dos fundos seja mais acertada. Para tanto, também é necessário atualizar as informações semestralmente.

No caso da plataforma do Kinvo, é preciso cadastrar o desconto como um tipo de resgate, o que permite o alinhamento dos dados com o que realmente existe em sua carteira.

Como você acompanhou, o come-cotas é uma antecipação de certos tipos de fundo que pode impactar o retorno da sua carteira. Porém, para que o acompanhamento do seu portfólio seja feito corretamente, é essencial incluir esse desconto ao controlar a evolução do seu patrimônio.

 

Gostou dessas dicas? Aproveite para entender melhor o funcionamento do come-cotas e saiba como cadastrá-lo no Kinvo!

Fique sempre atualizado.

Assine nossa newsletter e receba conteúdo sobre o
mercado financeiro todos os dias.

    Você também vai gostar